Alfa Romeo FNM JK 2000 – Clássico

O FNM JK 2000, é sem dúvidas um dos carros que mais se destacou no mercado dos veículos de luxo, lembrando que o modelo ganhou este nome em homenagem ao querido presidente Juscelino Kubitschek.

Além disso ele ainda foi o primeiro Alfa Romeo brasileiro, e foi lançado no ano de 1960. O veículo era bem estiloso, mas também já era de se esperar, pois ele seguia algumas tendências europeias, principalmente no quesito conforto.

Ele contava com três volumes bem definidos, além de faróis arredondados e para-lamas, que eram mais altos do que o capô, algo bem diferente para os carros da época. Como eu já havia mencionado o conforto europeu, vale a pena lembrar os bancos que podiam se reclinar até ficar na horizontal, assim ficavam bem parecidos com uma cama.

Alfa Romeo FNM JK 2000

Alfa Romeo FNM JK 2000

Sob o capô, o modelo abrigava um motor de 1975 cm³, capaz de entregar 115 cavalos de potência. Durante o Regime Militar, foi exigido que a sigla JK saísse do nome do veículo em 1964, quando o mesmo passou a ser chamado apenas de FNM 2000.

Já em 1966, ele apareceu no mercado na versão Turismo Internacional Modelo Brasil (TIMB), onde o motor havia se tornado mais potente e podia gerar impressionantes 160 cavalos de potência. Os bancos dianteiros eram individuais e o carro era dono de um toque esportivo.

Em 1969 o motor do FNM 2000, foi alterado novamente passando a ter 2.132 cm³. Com isso ele acabou ganhando o nome de FNM 2150. Mas infelizmente em 1986, ele também teve a sua produção interrompida, provavelmente para liberar a fábrica para a produção de algum novo modelo.

Deixe sua opinião