Tração Integral (4×4)

Hoje eu venho esclarecer uma dúvida muito comum, pelo menos para os proprietários de veículos 4×4. Andar com a tração integral na maior parte do tempo ou o tempo todo ligada, é prejudicial ao veículo? Existe alguma vantagem nessa prática?

O uso do sistema em qualquer tipo de terreno, poderá causar danos ao veículo, quando este não for equipado com uma tração integral com diferencial central.

Fabio Maggion, supervisor de Engenharia e Planejamento da Mitsubishi, fala que em modelos como a L200, por exemplo, Não contam com a opção 4×4 com diferencial central. Sendo assim, é aconselhável, que você só acione a tração integral, caso o veículo esteja sendo usado como off-road, ou em terrenos onde o coeficiente de atrito seja baixo, como pistas de gelo, estradas de terra, cascalho ou lama.

Mitsubishi L200

Mitsubishi L200

Veículo não conta com o diferencial central

“Não existe risco algum ao utilizar a tração integral continuamente nesses tipos de situação. O sistema pode e deve ser utilizado em pisos com baixa aderência. Isso facilitará a transposição de obstáculos e melhorar a estabilidade em médias e altas velocidades”, explica Fabio.

No entanto, o uso constante do equipamento em pisos com boa aderência, como o asfalto, pode ocasionar alguns problemas na caixa de transferência, cardãs e transmissão. Esse tipo de informação é facilmente encontrado no manual do proprietário, que ensina como utilizar o sistema de forma adequada.

Deixe sua opinião